domingo, 19 de novembro de 2017

Simulacro

O simulacro de incêndio realizado teve como objetivo geral testar o plano de emergência interno. Estiveram presentes, os Bombeiros Municipais de Viana do Castelo e a PSP.
No dia 7 de novembro, pelas 15h, numa sala do 1.º piso deflagrou um foco de incêndio. Foi utilizada uma máquina de produzir fumo de forma a simular o incêndio e a dar maior realismo ao exercício. Num tempo inferior a cinco minutos a seguir ao sinal de alarme, todos os utilizadores da escola Após avaliação do local pelas forças presentes, foi dado por terminado o exercício e dada ordem para que todas as atividades regressassem à normalidade.
 A criação de rotinas faz com que a resposta seja pronta, equilibrada e rápida. Obrigada a todos pelas atitudes demonstradas na realização do exercício.

domingo, 5 de novembro de 2017

Visita de estudo a Guimarães

Visita de estudo a Guimarães:

- visita guiada ao Paço dos Duques de Bragança pela duquesa "D. Constança" e a sua aia;
- visita à Igreja de S. Miguel onde D. Afonso Henriques foi batizado;
- visita ao Castelo de Guimarães;
- visita ao monte da Penha e ao Santuário da N. Sra da Penha;
- visualização do teatro de marionetas sobre a história de D. Afonso Henriques.

Um dia maravilhoso de História!















terça-feira, 31 de outubro de 2017

tradições de Portugal

Em Portugal, temos uma tradição antiga e muito semelhante ao dia das Bruxas ou Halloween (dos países anglo-saxónicos), no qual as crianças batem às portas pedindo doces ou travessuras (trick or treat).

No dia 1 de Novembro, Dia de Todos-os-Santos em Portugal, as crianças saem à rua e juntam-se em pequenos bandos para pedir o Pão-por-Deus (ou o bolinho) de porta em porta. O dia de pão-por-deus, ou dia de todos os fíeis defuntos, era o dia em que antigamente se oferecia pão, bolos, vinho e outros alimentos aos mortos, de forma a pedir pela sua alma. É essa a origem deste ritual cristão, no qual as crianças (e também adultos, mas menos) que participam nos peditórios representam as almas dos mortos que «neste dia erram pelo mundo».

Versos de Pão por Deus. Quando pedem o Pão por Deus, as crianças recitam versos e recebem como oferenda pão, broas, bolos, romãs e frutos secos, nozes, tremoços, amêndoas ou castanhas, que colocam dentro dos seus sacos de pano, de retalhos ou de borlas.

 São vários os versos para pedir o Pão por Deus:

Ó tia, dá Pão-por-Deus?
Se o não tem Dê-lho Deus!.

 Ou então:

Pão por Deus,
Fiel de Deus,
Bolinho no saco,
Andai com Deus.

 Esta atividade é também realizada nos arredores de Lisboa. Antigamente relembrava a algumas pessoas o que aconteceu no dia 1 de Novembro de 1755, aquando do terramoto de Lisboa, em que as pessoas que viram todos os seus bens serem destruídos na catástrofe, tiveram que pedir “pão-por-deus” nas localidades vizinhas que não tinham sofrido danos.

Com o passar do tempo, o Pão por Deus sofreu algumas alterações, e os meninos que batem de porta em porta podem receber dinheiro, rebuçados ou chocolates.

fonte: https://pumpkin.pt

Depois desta explicação das tradições portuguesas, e como o Halloween tem origem no povo Celta que estivemos a estudar, na sala apenas fizemos uma recordação de uma bruxinha para levar para casa.

D. Dinis

As canções da Maria
 Especial História de Portugal
 D. Dinis (O rei que fez tudo o que quis)

E nasceu Portugal

As canções da Maria
Especial História de Portugal
E nasceu Portugal (Afonso, o Conquistador)

Sugestão de visita

Uma vez que estamos a estudar história, deixo como sugestão para uma possível visita em família.

WORLD OF DISCOVERIES, Museu Interativo e Temático.

 Situado no coração de Miragaia, no centro histórico do Porto, esculpido em cima do estaleiro onde outrora foram construídas três das naus da armada de Vasco da Gama, o WORLD OF DISCOVERIES conduz os visitantes numa verdadeira viagem no tempo. A bordo de réplicas das embarcações que outrora transportaram os navegadores portugueses, a viagem recria a grande epopeia dos descobrimentos permitindo aos visitantes desbravar os caminhos marítimos dos quatro cantos do mundo através de um “oceano” concebido para o efeito. A viagem começa no Porto, berço do homem que deu “novos mundos ao mundo”, rumo a sul, passando por Lisboa, para logo de seguida conquistarmos Ceuta. Mais à frente está o famoso Cabo das Tormentas, lar do mostrengo Adamastor que abre alas a um túnel imersivo de 9 metros. Seguem-se um conjunto de incursões pelas Florestas Equatoriais, Índia, Timor, China, Macau, Japão e Brasil onde texturas, odores, mitologia e história se fundem para garantir que, por longo período de tempo, haja motivos para recordar e regressar. A experiência é complementada pelo Restaurante Temático “Mundo de Sabores” e pela Loja “Sphera Mundi”, que, não esquecendo a tradição local, somam as exóticas iguarias e riquezas de África, Índia, China, Japão e Brasil.

 Horário: Dias úteis das 10h às 18h | Fins-de-semana e feriados das 10h às 19h.
https://www.worldofdiscoveries.com

(Nota: se comprarem os bilhetes online têm desconto)


sábado, 28 de outubro de 2017

Eucaristia

Celebração da Eucaristia das Missões e da Entrega do Ano Letivo.




Aniversário da biblioteca

No dia 24 tivemos a celebração do aniversário da biblioteca.
Assitimos ao teatro sobre a história "O Cuquedo" com a ajuda das fadinhas e dos meninos das turmas. Depois de cantarmos os parabéns e comermos o bolo delicioso, fomos conhecer a biblioteca nova. Como recordação, cada aluno levou um livro sobre segurança para casa.






1.ª Dinastia

Apresentação do trabalho do T. D.
Parabéns!





Romanização



A Chegada dos Muçulmanos

Apresentação do trabalho do T. F.
Parabéns!




Os primeiros povos

Para ajudar a rever a matéria.



Ângulos



quinta-feira, 19 de outubro de 2017

sugestão de apps


Já que os miúdos gostam tanto de tablets e afins, sempre podem instalar este jogo para trabalhar a tabuada.
https://play.google.com/store/apps/details...

Batalha Naval (Matemática)

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Dia Mundial da Alimentação

Para continuarmos a trabalhar o tema do dia, a escola decidiu que iríamos fazer pão... com algas.
Explicando que o lanche é mais saudável se for um pão em vez de bolos, chocolates ou mesmo manhãzitos e bolicaos...
Colocámos pouco sal, aprimoramos com pedaços de algas e ficou uma delícia! Acho que foram aprovados.








Pão de algas
Ingredientes:
·     500g de farinha tipo 65
·     400ml de água morna
·     10g de fermento de padeiro
·     1 colher de chá de sal fino
·     Algas

Preparação:
1.º - Colocar numa bacia 500g de farinha e algumas algas partidas em pequenos pedaços.
2.º - Colocar em outra bacia 400ml de água morna, juntar 1 colher de chá de sal e 10g de fermento de padeiro.
3.º - Juntar este preparado à farinha e mexer tudo.
4.º - Deixar levedar a massa durante 2h.
5.º - Polvilhar a massa com farinha, fazer bolinhas e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal.

6.º - Levar ao forno durante 20 a 25 minutos.

Teatro "A Galinha Ruiva"

Para celebrarmos o Dia Mundial da Alimentação, logo de manhã, assistimos à peça de teatro "A Galinha Ruiva".


domingo, 15 de outubro de 2017

13 de outubro

Para assinalarmos a data da última aparição aos pastorinhos, na sexta-feira, dia 13, juntámo-nos no salão para ver um excerto do filme "O dia em que o sol bailou" e orarmos a Maria.

Quebra-cabeças :)

O M.G. trouxe-nos um livro com um jogo. O jogo era novo e queriam muito que decobríssemos como iria ficar. Num intervalo, em vez de ficarem a brincar no pátio quiseram vir para a sala ver como montávamos as 66 peças. No entanto... não era um jogo qualquer... era um QUEBRA-CABEÇAS! Tantos ossos, articulações, órgãos... 
Mas foi feito com tanto carinho e o resultado final foi tão bom, que ganhámos um colega para a sala. Agora o nosso amigo está sentado numa cadeira e adora aprender. Está sempre caladinho a olhar para mim 😀

partilhas

As partilhas de material foram tantas que quase não tínhamos tempo de explorar os jogos e os livros todos. O D.R. ainda nos apresentou uma pequena aula sobre os ossos e os músculos.
Atenção: estou a adorar o trabalho extra que me têm trazido. Obrigada!


trabalhar os ângulos

Para estudarmos os ângulos, fizemos circunferências com o compasso. Ao dobrar a circunferência em 4 partes iguais obtivemos ângulos retos e ao voltarmos a dobrar criámos ângulos agudos.